• SHARI (ARROZ PARA SUSHI)
  • 500g de arroz próprio para culinária oriental (tem que ser esse!)
  • 600 ml de água (equivale a 2 1/3 de xícara de chá)
  • 75 ml de vinagre de arroz (equivale a 5 colheres de sopa)
  • 2 colheres de sopa de açúcar
  • 1 colher de chá de sal
  • TEMAKI DE SALMÃO COM CEBOLINHA
  • Shari (arroz para sushi) - 1 receita conforme explicada neste post
  • 1 kg de salmão fresco (comprado em local de confiança)
  • Cebolinha picada a gosto
  • 300g de creamcheese (opcional; eu gosto bastante sem também!)
  • Folhas de Nori (alga)
  • Shoyu

Finalmente Temaki em casa! Faz pouco tempo que eu fiquei simplesmente viciada em comida japonesa. Eu, que não gostava de peixe cru nem nada, agora não consigo mais viver sem as delícias da culinária japa. É tudo muito bom!

Depois de visitar vários restaurantes comecei a cogitar tentar fazer algo em casa. Assisti muitos vídeos e li muitos blogs sobre o assunto. Ainda não fiz nenhum curso porque a grana não está sobrando, mas vontade não falta! Por enquanto fica apenas a ajuda da internet mesmo, que tem bastante material!

Resolvi começar pelos Temakis porque além de serem deliciosos, não exigem muita técnica para o corte do peixe. É só picar pequeno e pronto ;)

Para fazer temakis e sushis (o temaki nada mais é do que um sushi de mão), é preciso primeiro aprender a fazer o Shari, que é o arroz próprio, com um tempero específico (Molho Su) que basicamente leva vinagre de arroz, sal e açúcar. Cada chef tem seu próprio tempero para o Shari, que costuma ser um segredo. Vi receitas que também levam saquê, kombu (alga), Ajinomoto, entre outros ingredientes. Preferi fazer o mais básiso possível, já que era a primeira vez.

Peguei então um livro aqui em casa de Culinária Ilustrada Passo a Passo Oriental, de uma coleção da Folha de São Paulo que minha tia não quis mais e mandou aqui pra casa – sorte minha! – e usei a receita dele, porque achei simples e bem explicada – vejam as fotos das páginas do livro acima no post.

Segue como fiz meus temakis, para se quiserem tentar também!

Modo de Preparo – SHARI

Lave bem o arroz, trocando a água umas 2 ou 3 vezes até que ela saia limpa, sem estar leitosa. Também deixei o arroz de molho por uns 10 minutos – essa dica já não me lembro onde eu vi, porque usei muitas fontes.

Escorra o arroz, coloque em uma panela, coloque a medida de água e tampe (é isso mesmo, só vai água e arroz por enquanto). Leve ao fogo alto até ferver. Quando ferver, abaixe o fogo e espere o arroz cozinhar e a água secar. Demora cerca de 12-15 minutos. Deixe o arroz descansar na panela por uns 30 minutos. Não é muito diferente de fazer um arroz normal.

Enquanto o arroz cozinha e descansa, faça o Molho Su, que é o tempero do arroz. Em uma panelinha, junte o vinagre, o açúcar e o sal, e leve ao fogo só para que o açúcar se misture com o vinagre. Assim que sentir que os “grãos” de açúcar já se dissolveram, desligue o fogo. É bem rápido. Não deixe ferver (apesar do que diz o livro, a maioria das receitas que eu vi ensinam assim). Deixe esfriando.

Transfira o arroz para um recipiente em que ele fique mais espalhado, como uma forma de bolo retângular. Despeje a mistura de vinagre de modo uniforme por cima do arroz. Vá mexendo o arroz de forma delicada com uma espátula até misturar bem o tempero. Cuidado para não esmagar o arroz – é de forma delicada. Você pode abanar o arroz para ir esfriando. Você deve ter o arroz já frio – em temperatura ambiente – para começar a fazer seus temakis.

Modo de Preparo – TEMAKI

Pique o salmão em pedaços bem miúdos. Misture com a cebolinha.
Deixe ao lado do arroz uma vasilha com água para que você possa molhar a mão na hora de pegar o arroz, para que ele não grude na mão.
Corte as folhas de alga pela metade (você pode usar uma tesoura para ser mais fácil). Assim você terá pedaços retangulares de alga.
Tudo pronto – só montar!

Apóie um retângulo de alga na palma da mão com a parte áspera para dentro e coloque o arroz apenas nesta parte da mão, de forma delicada, sem esmagá-lo. Coloque o peixe por cima, depois o creamcheese. Enrole! Use uns grãozinhos de arroz para grudar a alga no final.

Coma muitos e com shoyu! Mas nada de exagerar no shoyu, pois contém muito sal. Se gostar compre o light, que é uma ótima pedida – um pouquinho mais saudável. ;)

Tem várias outras coisas que você pode usar neste Temaki também, como wasabi, gergelim, pepino. Ou você pode tentar outros recheios como Califórnia (pepino, kani e manga ou abacate), Skin (pele do salmão grelhada), Atum, Camarão Empanado – criatividade vai além!

Eu fotografei meu namorado montando um temaki – ele me ajudou! Mas como é difícil explicar como enrolar os temakis apenas escrevendo e mesmo com as fotos, vou colocar vídeos aqui que ensinam como enrolar e que me ajudaram a fazer. Este aqui é super claro:

E há estes vídeos muito bons também:
Temaki com Roberto Moriya
Temaki Skin do Brogui

Temaki do Rolê Gourmet
HowCast ensina a fazer Temaki

E tem este desenho que encontrei no site Asia Shop:

Como Montar um Temaki

DICAS IMPORTANTES: o salmão, para ser comido cru, deve ser fresco. Eu comprei o salmão no Mercadão da Lapa. Outras boas dicas em São Paulo são o Mercado Municipal e o CEAGESP (CEASA). Não compre congelado e não congele o peixe. Se você mora longe de onde vai comprar o peixe, peça ao peixeiro para colocar gelo com o peixe. Peça um filé de salmão já limpo. Se possível leve uma sacola térmica ou isopor para levá-lo para casa. Coma no mesmo dia em que comprar.
No meu caso, sobrou um pouco de peixe. Então no dia seguinte eu fritei com um pouquinho só de óleo e um pouco de shoyu, depois fiz novos Temakis usando arroz e creamcheese. Ficaram deliciosos! Faça isso caso sobre peixe, ou caso não goste de peixe cru. Ficam muito, MUITO bons esses temakis de salmão refogadinho.

Não sei porque demorei tanto para fazer isso em casa. Ficaram muito gostosos!! Recomendo fortemente – não tenham medo da culinária oriental só porque é cheia de regras; faça em casa de forma simples e gostosa, de maneira que seja prazeiroso cozinhar e comer. É mais importante do que se preocupar com tradições e coisas como ~será que é assim que os japas fazem mesmo?~

Divirta-se! :)